Ínicio » Mistérios » Top 10 coisas que você não sabia sobre a Bíblia

Top 10 coisas que você não sabia sobre a Bíblia

A Bíblia é para os fiéis, ferramenta poderosa para a religião e alicerce com conteúdo a vivenciar. Nessa seleção estão as 10 coisas que você não sabia sobre a Bíblia.
São informações, no mínimo, curiosas, mas também interessantes do livro mais vendido de todos os tempos, com marca superior a 6 bilhões de cópias pelo mundo. Para os fiéis, a Bíblia é preciosidade para informação religiosa, a principal evidencia do Criador e base a seguir.

10°

Significado da Palavra Bíblia

a biblia
Para muitos esse detalhe passa despercebido, mas é importante conhecer o significado da palavra Bíblia, já que o livro é tão importante para as diversas nações. Essa palavra tem origem grega, da palavra “biblion” e aponta para conjuntos de muitos livros. Na realidade, a Bíblia é reunião dos diferentes livros de épocas distintas. Até hoje, ela já foi traduzida em 2.454 línguas e dialetos diferentes.

Quantidade de Livros

quantidade de livros na biblia
E sendo um dos destaques da composição da Bíblia a reunião de tantos livros em seu interior, o número é expressivo, são 73 livros ao todo para compor a mesma. Pelo Antigo Testamento a marca é de 46 livros, conhecido também como Primeiro Testamento; na composição do Novo Testamento são 27 livros. A Bíblia foi escrita por 40 autores diferentes, e compreende 1.600 anos de história.

Diferença entre Bíblia Protestante e Bíblia Católica

diferenca entre biblia protestante e catolica
Realmente pela Bíblia Católica existem mais livros que na versão protestante. Não há diferenças pelo Novo Testamento, porém no Antigo Testamento, são 7 livros a mais pela edição católica, sendo eles: Judite, Tobias, 1° e 2° Livro dos Macabeus, Baruc, Eclesiástico e Sabedoria.

Numeração dos Capítulos

capitulos da biblia
Ao ler a Bíblia nota-se a organização por capítulos, todos numerados, mas a mesma não foi escrita com esses detalhes. E não há um livro da Bíblia que tenha sido redigido com capítulos numerados. Essa idéia incrível da qual usufruímos, partiu de Estevão Langton, professor da Universidade de Paris, arcebispo de Cantuária, no ano 1214 d.C.

Divisão entre Versículos

versiculos da biblia

Robert Etiene, no ano 1551, era editor e redator pela Paris, e foi responsável pela divisão dos versículos, dividindo o NT de língua grega por versículos. Já Teodoro de Beza aprovou o feito e no ano 1565 repartiu a Bíblia inteira utilizando esse método. Dessa forma, com capítulos e versículos, a Bíblia se tornou muito mais prática para leitura.

Encontrando Citações Bíblicas

encontrar versiculos na biblia
Para efeito de pesquisa, observando a citação, o capítulo está marcado em número anterior à vírgula, já o versículo, após a vírgula, apontando o começo e fim do texto a ler.
No caso de GN 11,1-9, trata-se do livro do Gênesis, com capítulo 11, e versículos iniciando no 1 e terminando no 9. Pela leitura, os capítulos estão em números grandes e os versículos pequenos. É possível conferir pelo início da Bíblia, as abreviaturas de cada livro.

Primeira Tradução da Bíblia e Impressão Atual

primeira traducao da biblia
A tradução inicial da Bíblia, e mais famosa, ao latim, foi realizada por Eusébio Sofrônio Jerônimo (São Jerônimo). É conhecida com Vulgata, por ser a versão mais difundida no mundo (ou mais autentica). Fato ocorreu em torno do ano 400 d.C., com pedido feito pelo Papa Damaso.
Mas na realidade, a precursora das traduções foi da Bíblia hebraica associada aos judeus, para grego, e lembrada como tradução dos LXX, muito lida no tempo de Jesus Cristo e comunidades.
A primeira versão na língua portuguesa foi feita apenas em 1748, a partir da Vulgata Latina, por João Ferreira de Almeida.

Leitura Anterior à Imprensa

Pergaminhos mar morto
A Bíblia era acessada por diferentes maneiras, em rolos de pergaminhos com couro animal, em tiras de papel vegetal, em folhas, ou papiro que é papel vegetal. Nota-se que a leitura não era muito acessível, comparando com dias atuais, em que existe até mesmo versão moderna e digital dos livros sagrados.

Significado de Exegese e Hermenêutica

interpletacao biblia hermameutica exegese
E na seleção das 10 coisas que você não sabia sobre a Bíblia estão as palavras exegese (ou logos) e hermenêutica (ou rhema). Exegese tem função como termo grego para explicação do trabalho dos estudiosos em analisar o texto bíblico. O significado remete a retirar de dentro o que o texto informa (Logos).
Já hermenêutica, também com origem grega, aponta para o trabalho em encontrar mensagem escondida pelas palavras, com aplicação para a atualidade (Rhema).

Encontro com a Bíblia

cronologia da biblia
Antes da escrita da Bíblia, a mesma foi vivenciada. O início dessa escrita aconteceu no reinado de Salomão, em torno de 950 a.C. Já a produção do Antigo Testamento acabou em torno de 50 a.C., e a do Novo Testamento, pelo fim do primeiro século.

Postado por Adriano Lucas

Adriano Lucas, é fundador do Top10mais.org, tem 28 anos, mora em Cuiabá. Estudante do curso de Sistemas para Internet, esta sempre disposto a aprender e compartilhar em seus blogs, as diversas curiosidades existentes no mundo. Blogar é seu hobby desde 2009, mas tornou-se sua principal atividade a partir de 2011.

Veja também:

tempestades solares entre os casos que podem provar que a astrologia é real

Top 10 casos que podem provar que a astrologia é real

Nesta seleção estão em destaque os 10 casos que podem provar que a astrologia é …

7 Comentários

  1. Alyson Alves Dos Santos

    interessante!

  2. Deveria ter falado o total de vezes que a biblia foi alterada.
    Hj nao é mais 100%pura nas palavras. Muitas mudancas dentro dela.

  3. Está certíssimo, são 73 livros usados PELOS PRIMEIROS CRISTÃOS, depois veio Lutero, um monge ALCOÓLATRA e BLASFEMADOR e arrancou 7 livros. Pobres otários protestantes, conhecem a Bíblia pela metade. Rsrsrsrs.

    • Se você abrir sua Bíblia em II Macabeus 15:38,39, vai perceber de forma clara, que o próprio Macabeus deixou claro que os seus escritos não tem inspiração divina. Isso é apenas um exemplo de muitos outros que podemos encontrar, que esses escritos não são divinamente inspirados. Sem falar que esses escritos embora tenham uma importância histórica, não são considerados pelos melhores hebraísta como parte da Bíblia inspirada de Deus. Vale lembrar que esses livros só foram adicionados pela Igreja católica romana no concílio de Trento (1546),
      Os escritos apócrifos jamais foram incluídos no cânon judaico das escrituras inspiradas, e não fazem parte dele atualmente.
      Sendo que esses livros discordam nos seus ensinos tanto entre si como dos livros inspirados da Bíblia. João Wycliffe sacerdote e perito católico romano, não incluiu em sua tradução da Bíblia esses inscritos, afirmando que tais escritos ” não tem a autoridade de crença”.

  4. Na realidade, a Bíblia é uma composição de 66 livros pequenos e não 73 como foi dito. E o início de sua escrita foi em 1513 AEC e não 950 a.C.

  5. Só um adendo. Muitos Cristãos leem a bíblia e não sabem a origem desta. O que muitos chamam de “antigo testamento” é uma usurpação cultural. Digo isto pois, antes do Cristianismo, já havia uma religião monoteísta e que vive ainda hoje.
    Se aparecesse alguém hoje em dia e dissesse que a bíblia Cristã é “passado” e que agora devem seguir aos conselhos deste novo salvador, o que os cristãos achariam disto? Vou além, digo e se além de dizer que é passado esta pessoa pegasse a bíblia cristã, juntasse com os livros dos seus discípulos e formasse um novo livro chamado de “Bíblia Suprema”. Daí é só dividir este novo livro em antigo testamento para a parte da bíblia cristã e novo testamento a desta nova religião que nasceu.
    Depois de uns quinhentos anos de pregação, é só promover uma perseguição aos adeptos da antiga religião “cristã” e pronto! Mais mil anos de alienação e a nova religião é a maior do mundo.
    Foi exatamente isto o que ocorreu. Pegaram vários livros de profetas do povo judeu, juntaram com a Torá, e mais alguns outros livros que “jamais” deveriam estar juntos com a Torá, livros importantes mas de cunho e aplicação diferentes da Torá. Depois desta sopa de livros, não bastando o desrespeito a cultura e tradição do judaísmo, juntaram a esta panelada, outros livros que em nada tinham com o Judaísmo e pronto nasceu o Cristianismo.
    Disseram que os livros judaicos eram o antigo testamento e que agora tinham um novo!
    Quando o Islamismo fizer o mesmo com o Cristianismo, os Cristãos vão entender o que é ser “engolido” por outra religião.

  6. Que instrutivo, aprendendo sobre a materialização de DEUS aos homens, as santas escituras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *