Ínicio » Comportamento » Top 10 países mais racistas do mundo

Top 10 países mais racistas do mundo

O racismo é definido pela maneira de pensar, em que se evidencia a existência de raças humanas diferentes e superiores umas às outras, com relação de características físicas hereditárias e conceitos envolvendo caráter, cultura e inteligência.
E não há teoria científica que apóie o racismo, este uma combinação de opiniões pré-concebidas, com valorização das diferenças biológicas entre seres humanos, e atribuição de superioridade a alguns, segundo a matriz racial. Nesta seleção estão os 10 países mais racistas do mundo.
Infelizmente o racismo existe, e alguns casos ganham repercussão na mídia internacional, como no caso do lateral direito Daniel Alves. Este que recebeu apoio de celebridades, jogadores e da presidente Dilma Rousseff.
A torcida adversária atirou uma banana na direção do Daniel, quando o mesmo ia bater escanteio. A resposta foi direta, pois o jogador comeu a fruta e continuou a jogar. Mais um caso de racismo que foi notícia mundial, envolve o dono do Los Angeles Clippers com sua namorada. Ele reclamou que a namorada postou fotos no Instagram com um negro, Magic Johnson.

10°

Índia

india um dos paises mais racista do mundo
Há um determinado orgulho pela Índia ser secular e racialmente tolerante, porém, o sistemas de castas no país expõem um verdadeira história racista de terror. Evidências do racismo na Índia são apontadas com motins em Deli e Gujrat. Há uma grande segregação de indianos do nordeste onde se encontra a maioria das castas consideradas “inferiores”.

Paquistão

paquistao racismo
O país é de maioria muçulmana, com rivalidade interna; de xiitas e sunitas. Mas existem problemas maiores, mesmo que existam salvaguardas constitucionais para garantia de intolerância a qualquer incidente de discriminação racial.
Não foram tomadas medidas necessárias para conter o processo pelo governo do Paquistão. Os americanos ainda são tolerados, porém indivíduos de outros países enfrentam o pior de tudo.

Rússia

racismo na russia
Em muitas vezes o racismo neste país é direcionado para qualquer indivíduo que não seja russo. Os racistas fanáticos são contra, de maneira extrema, aos caucasianos, africanos, judeus e chineses. Migrantes destas raças em específico por várias vezes enfrentam estereótipos raciais e então discriminação, que podem culminar em violação dos direitos humanos e crimes de ódio.

Israel

racismo de israel e palestina
Árabes israelenses e palestinos são dois grupos que enfrentam a ira da discriminação racial neste país. Isso deriva da história do estado, em anos do pós-guerra mundial. O muro construído por Israel cercando parte de seu território demonstra a grande necessidade de defesa ou segregação de um povo para outro.

Alemanha

racismo alemao
Ideias neonazistas alemães, por mais absurdo que seja, são ainda contemporâneas. Tais grupos pensam em próprias linhas baseadas na filosofia de Hitler, do país unido e com glória restaurada. Os grupos, por pressão constante do governo e Nações Unidas, conseguem sobreviver secretamente com atividades clandestinas.

Japão

racismo japao
O Japão se vangloria de ser racialmente tolerante, porém não há restrições eficazes sobre ações xenófobas e direitos para estrangeiros. É comum ocorrer impedimento de alguns serviços e atividades para estrangeiros, como ocorreu em uma partida de futebol do clube Urawa Reds, onde a torcida colocou uma faixa na entrada de um dos setores do estádio com os dizeres “Somente japoneses” (foto). Em 2005, um relatório das Nações Unidas apontou forte preocupação com racismo neste país, com reconhecimento do governo para o problema não satisfatório.

Ruanda

racismo em ruanda
O racismo foi a causa de um marcante genocídio que ocorreu em abril e junho de 1994, em que uma quantidade estimada de 800 mil ruandeses foram mortos; no intervalo de somente 100 dias. A maior parte dos assassinados de forma brutal pertencia à etnia Tutsi, e os autores do crime foi a tribo Hutu. Até os dias atuais há discriminação entre os dois povos étnicos.

Austrália

australia um dos paises mais racista do mundo
Quase a metade dos australianos nasceram no exterior ou são de pais nascidos em país diferente; uma em cada cinco pessoas afirmou ter enfrentado discriminação racial por isso. Em 2009, aconteceu um aumento na quantidade de crimes de ódio focada em indianos; aconteceram mais de 100 incidentes de assalto dos estudantes indianos, e 23 apresentavam conotações raciais inconfundíveis.

Reino Unido

reino unido um dos paises mais racista do mundo
As empresas hooligan da década de 60 eram intolerantes com estrangeiros, em especial norte-americanos, denominados de maneira irônica de Yankees.
Os fantasmas do apartheid ainda são predominantes. Em 2004, 87.000 indivíduos da comunidade negra ou minorias enfrentaram crime com motivação racial. E 92.000 pessoas brancas também foram vítimas das conversões de espécie racial.

Estados Unidos da América

estados unidos e o racismo
A discriminação étnica e racial se transformou em problema grave, trazendo constrangimento para este país, em âmbito internacional. Os asiático-americanos, afro-americanos e latino-americanos, e também americanos europeus, ainda não são considerados indivíduos que pensam em si mesmos como norte-americanos.
Os EUA mantém uma visão tolerante sob um líder afro-americano, porém a realidade está longe de uma sociedade homogênea. Já que reflexos raciais são infundidos na cultura do país, assim como em habitação, educação, emprego, dentre outros setores.

Veja também:

cingapura entre os paises mais ricos do mundo

Top 10 países mais ricos do mundo

Nesta seleção estão em destaque os 10 países mais ricos do mundo, pelo produto interno …

153 Comentários

  1. Sim, os EUA são racistas, porém a Rússia é muito mais. Em muitos desses países existe um conceito rídiculo criado na época da escravidão que afirma que basta uma gota de sangue negro para que alguém seja negra. Por exemplo, se alguém, 70% da sua genética branca e só 30% negra, ela é considerada negra. Isso é um absurdo e uma grande mentira!! Nesse exemplo que dei, tal pessoa é muito mais branca do que negra!! A sociedade é doente e eu fico feliz porque o mundo está próximo de seu fim, pois o ser humano já provou que é incapaz de respeitar o próximo. Por que uma espécie assim mereceria sobreviver na Terra? Certamente o Planeta é melhor sem nós do que conosco. Não se espantem com as grandes desgraças que cairão sobre a humanidade nos próximos anos: isso é apenas o ser humano colhendo o que plantou.

  2. Nossa não imaginei estados unidos em primeiro lugar pensei que estados unidos não era tão racista assim pensei que países árabes estariam nas primeiras posições acho que esse top 10 ta errado

    • Não tem nada de errado, Nos Estados Unidos ainda há lugares onde existe assentos nos honibus onde negro não pode sentar(em Colorado por exemplo). Já no caso dos países muçulmanos, desde que você seja muçulmano você é considerado como irmão, não importando a sua cor. Existe vários países muçulmanos, tanto na África quanto na Asia, como é o caso de países como indonésia e Kazakestao por exemplo, inclusive, boa parte dos chineses do oeste da China são muçulmanos.A questão é, quem é propenso a sofrer preconceito na Arábia Saudita, um muçulmano negro ou um sírio cristão?. É aí que está o preconceito de alguns países muçulmanos. Mais conhecido intolerância religiosa

  3. Gente o MUNDO é HIPÒCRITA em dizer que não existe racismo!!! Racismo existe,sempre existiu e sempre existirá…porquê o que é ruim se propaga com mais facilidade do que é bom!!!é como uma praga!!
    Há os Países onde o racismo e o preconceito de todas as formas é escancarado,e há os Países como o brasil onde o preconceito é velado, e só quem sente,quem vive,pode falar com conhecimento de causa.Muitas vezes as pessoas não precisam agredir com palavras ou gestos,muitas vezes um olhar te MATA,te faz se sentir mal por pessoas que te “fixam” ,como se se perguntassem*o que vc está fazendo aqui? ou ficam te tirando dos pés á cabeça olhando para suas roupas,seu calçado……é um olhar para fazer a pessoa se SENTIR MAL mesmo!!!
    As crianças não nascem racistas,elas de tanto ouvirem discursos e atitudes acabam reproduzindo…então eu tenho um lema e sigo” o que não me mata me fortalece”..e para os racistas de plantão..infelizmente eu só tenho a lamentar porque somos todos seres humanos…e eu deixo eles latindo porque a minha caravana vai passando gostem eles ou não. Soooorryyyyy.

  4. Sou negro e sou de São Paulo e, lá morei na casa deu uma família alemã, sendo que o patriarca da família era austríaco. A família inteira sempre me tratou com um carinho e respeito que às vezes até me deixava constrangido. Isso sem contar o respeito e união que eles têm entre si, entre família, uma educação invejável. Hoje, moro em Uberlândia-MG. Não conheço outros lugares, outros países, mas posso dizer que esse é o lugar mais racista e preconceituoso que já conheci. Povo extremamente arrogante, onde o único valor é o financeiro, o status. Não volto pra São Paulo porque estou sem condições financeiras, mas com certeza vou embora daqui em breve. O Brasil é o país mais hipócrita e racista que existe e, até que me provem o contrário, disso eu não tenho dúvidas. O conceito de eugenia está enraizado, agindo sorrateiramente.

  5. Não gente na moral, é sério que vocês fizeram 140 comentários discutindo se nosso país é mais racista que os países da lista ??? ah vai pá ************, nos não somos racistas, somos “burros” (sem querer ofender) é diferente; aqui, se um negro tá sendo agredido por um branco, se tiver um policial branco perto ele vem e prensa o cara na parede pelo pescoço, lá na Rússia, se um negro tiver levando uma SURRA de um monte de branco russo, o policial RUSSO, vai ver aquilo vai é taca o foda-se. E ainda querem comparar ?

  6. Nossa bateu um frio na barriga agora, antes de ver quem era o primeiro já tava (será que é, não não é possível) pensando que era o Brasil, mas quando Eu vi que era os EUA, eu fiquei muito feliz, por que eu tava certo sobre quem era o primeiro, ;-)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *