Nos siga nas redes sociais

Animais

Top 10 cobras mais venenosas do mundo (Terrestre)

O clima tropical e de cerrado é umas das localidades com mais predominância de cobras venenosas. Elas são ágeis e consegue facilmente se esconder entre as folhas, pedras e matas. Geralmente, as cobras se alimentam de pequenos roedores, mas alguns tipos de cobras conseguem se alimentar de sapos, lagartos e até aves. Elas só atacam seres humanos e mamíferos grandes quando há escassez de alimentos ou quando se sentem ameaçadas por eles. É uma defesa instintiva. Quando tem seu habitat invadido, as cobras peçonhentas pica e inocula seu veneno, trazendo graves consequências ás vitimas.
Veja nesse top 10, informações, fotos e nome das cobras mais venenosas do mundo:
Veja também a lista das maiores cobras do mundo.

Cobras mais venenosas do mundo

10°

Cobra Real (Ophiophagus hannah)

cobra rei entre as cobras mais venenosas do mundo
A Cobra Real (King Cobra) é a cobra venenosa mais longa do mundo, com registros de até 5,85 metros. Apesar da semelhança, ela não é um subgênero da Naja. Ela possui um capuz estreito e mais longo.
A cobra é encontrada em quase toda a Ásia, sobre tudo na Índia, onde é o réptil nacional. Na Índia, é comum os encantadores de serpentes desafiarem a vida com Cobras Real, sem remover venenos ou presas. E foi nessa atividade cultural que foram registrados muitos acidentes. A taxa de mortalidade é de cerca de 50% a 60%, caso não seja tratado antidoto. Há registros hospitalares informando 10 óbitos dos 35 pacientes recebidos por picadas de Cobra Rei.
Estudos toxicológicos informam a dose letal do veneno de 1.93 mg/kg. Um pouca alta em comparação ás outras cobras dessa seleção, porém a Cobra Real é uma espécie que prefere matar com somente uma picada. Ela entrega um alta quantidade de veneno por picada, algo entre 200 a 500 mg (média 420 mg).
Se for considerar todo o veneno que ela rende (1 ml máximo), ela pode matar 11 humanos adultos ou 45.830 ratos. Isso seria suficiente para matar um elefante em poucas horas.

Cobra-da-morte (Acanthophis antarcticus)

Cobra da morte cobras mais venenosas
A nona cobra, seria a Cobra-da-morte, que seria uma espécie encontrada apenas na Austrália e também na Nova Guiné. É uma cobra altamente venenosa com uma taxa de mortalidade de 50 a 60% se não tratada. Ao contrario das outras cobras, elas não se distanciam dos seres humanos, e são relutantes em picar, a não ser que sejam tocadas. Caso isso ocorra, a vitima conhecerá o bote mais rápido entre todas as espécies de cobras na Austrália. Ela é capaz de atacar, picar e envenenar sua vitima, e voltar a sua posição inicial em menos de 0,15 segundos.

Os estudos com ratos, padrão para saber a toxologia, indicam que a dose letal é de 0,4 mg/kg. E sua picada média pode injetar de 70 a 236 mg.
Sua especialidade é a caça e também teria a capacidade de matar outras serpentes. Para identificá-la, é necessário que se conheça as víboras, visto que elas são bastante semelhantes, uma vez que tem a cabeça em formato triangular e um corpo pequeno e achatado.

Víbora de Russel (D. russelli)

Vibora cobras venenosas
A oitava cobra que é considerada como uma das mais venenosas do mundo, seria a Víbora, que esta pode ser encontrada em quase todo o mundo. Sua aparência não esconde sua agressividade, ela é um das mais perigosas em seu habitat, podendo encontrar dois tipos, a Víbora Serrilhada e também a Víbora de Russel.

Ela é responsável por uma das picadas mais dolorosas de todas as cobras venenosas e também é responsável pela morte de 25.000 indianos por ano. Isso se deve a alta toxidade de seu veneno. Em estudos com ratos, sua dose letal é de apenas 0,162 mg/kg, mas em média cada víbora adulta rende até 268 mg de veneno. Isso seria suficiente para matar 22 humanos ou 88.211 ratos.

Se trata de uma cobra rápida e geralmente age noturnamente. Ela tem a cabeça triangular, e o corpo mais achatado. As suas cores são mais terrosas, ou seja, bege, marrom, entre outras de tonalidade semelhante, fazendo com que seja fácil se esconder.

Cobra filipina (Naja philippinensis)

Naja cobras venenosas
A sétima entre as cobras mais venenosas é uma espécie de Naja, em especifico, o tipo de Naja cuspideira que vem das Filipinas do Norte, ao qual o seu veneno seria o mais terrível de todas as cobras de espécies Najas, pois ela ainda tem a capacidade de cuspi-lo cerca de 3 metros de distância. O veneno cuspido não traz nenhum mal ao atingir a pele do ser humano, mas se atingir os olhos, pode causar cegueira (quimioses e inchaços da córnea).

Eles são capazes de injetar seu veneno através das picadas também. De acordo com a maioria dos estudos toxilogical, a média de uma dose letal é de 0,20mg/kg, mas a quantidade média injetada em cada picada é de 90-100 mg.
Após a picada, é comum as vitimas apresentarem paralisia respiratórias, e se não tratada, nos casos mais graves, em 30 minutos a vitima não consegue respirar.
A Naja, para que você possa identificar, se trata de uma cobra de cabeça em formato de “vírgula”, e também possui cores terrosas.

Serpente-Tigre (Notechis spp)

Serpente tigre cobras venenosas
A sexta cobra a ser citada é a Serpente-Tigre, que pode ser encontrada na Austrália, e possui um veneno bastante potente, podendo levar um adulto a morte em até 30 minutos. Apesar disso, ela é uma serpente que quando vista, tem o costume de fugir, porém, ao se sentir ameaçada, pode atacar com facilidade. Seu veneno possui potentes neurotoxinas, coagulantes, hemolisinas e miotoxinas. A taxa de mortalidade por picadas não tratadas gira em torno de 40 a 60%. Após a picada, é comum a vitima se queixar de dormência, transpiração, dores, dificuldades respiratórias e paralisia.

Para identificá-la, esta é uma cobra de cabeça triangular, bastante grossa, e com a variação de cor preto e amarelo.

Mamba-Preta/Negra

Mamba preta entre as cobras mais venenosas do mundo
A quinta cobra seria a Mamba-Preta, ao qual pode ser encontrada principalmente no continente Africano, onde são bastante agressivas com dezenas de casos de ataques mortal. É a cobra mais temida e perigosa da África, com reputação de ser feroz. De fato, ela é a cobra terrestre mais rápida do mundo, chega a até 5,4 m/s (20 km/h). Mas o pior está em seu veneno. Ela produz o veneno com ação mais rápida do que qualquer espécie de cobra, pois o veneno da Manga Negra é uma proteína de baixo peso molecular, espalhando rapidamente pelo tecido picado.

Seus ataques são extremamente rápidos e precisos. Não existe possibilidade de ela picar sua vitima e não injetar seu veneno. Geralmente, ela ataca sua vitima quando tenta se afastar e correr, aproveitando de sua grande velocidade.
Elas são cobras extremamente territoriais que se movimentam rapidamente entre as vegetações. Ela se trata de uma cobra de cabeça grande e corpo pequeno e fino, sendo que a sua boca e língua são pretas, por isto recebe este nome.

Taipan Comum (Oxyuranus scutellatus)

Taipan cobras venenosas
A quarta entre as cobras mais venenosas seria a Taipan Comum, facilmente encontrada na Austrália. Ela possui um veneno hemotóxico potente (que faz o sangue se liquefazer, destruindo as células sanguíneas, podendo ocorrer hemorragias internas). Em estudos, foi verificado que ela possui a dose letal de apenas 0,106 mg/kg, mas em média suas picadas contém 120 mg. O registro máximo é de 400 mg. Ela tem veneno suficiente para matar 56 pessoas adultas e 208.019 ratos. Ela é conhecida por injetar somente doses altas e letais, isso propicia uma morte muito mais rápida em comparação com outras cobras venenosas. É preciso um atendimento muito rápido para sobreviver as picadas da Taipan. Se não tratada, a taxa de mortalidade é de 100%, dentro de 30 minutos a 2 horas e meia, dependendo da quantidade de veneno injetada.

Após a picada, a vitima pode sofrer dor de cabeça, náuseas, colapso, convulsões, paralisia, hemorragia interna, miólise e danos nos rins.
A cabeça da cobra tem aparência achatada, e também bastante comprida, ela também possui os olhos bastante separados, e possui uma variação de cores, uma vez que a sua base é mais esverdeada.

Krait Malasiana (Bungarus candidus)

Krait Malasiana
A terceira cobra que é considerada como a mais venenosa do mundo, seria a Krait Malasiana (Bungarus candidus). Ela pode ser encontrada em todo o sudeste da Ásia, e da Indonésia, mas ninguém gostaria de localiza-la, uma vez que 50% das mordidas desta cobra são fatais, mesmo com administração de soros antiveneno. Se não tratada, a taxa de fatalidade fica entre 60-70%, mesmo que sobreviva, pode haver sequelas. As picadas podem causar paralisia flácida de moderada a grave e insuficiência respiratória. A administração do antidoto pode prevenir a piora da paralisia, mas não pode reverter a paralisia já presente.

A Krait mata e também caçam outras serpentes, até mesmo as de mesma espécie. Ela se trata de uma cobra de cabeça preta, e o corpo preto e branco. Elas são comumente encontradas no Camboja, Indonésia, Laos, Malásia, Myanmar, Singapura, Tailândia e Vietnã.

Cobra Marrom (Pseudonaja textilis)

cobra marrom
A segunda entre as cobras mais venenosas, seria a cobra Marrom, encontrada principalmente na Austrália. É a cobra que mais mata no país, devido a alta toxidade de seu veneno. Ela é tão perigosa que até mesmo seus filhotes podem matar um ser humano, bastando apenas uma gota de seu veneno. Nos testes, a dose letal é de apenas 0,03 mg/kg, mas cada cobra pode inocular de 5 a 10 mg em cada picada. O rendimento máximo de uma cobra marrom é de até 155 mg. Isso seria capaz de matar até 58 humanos adultos ou 212.329 ratos.
Ela se move rapidamente, e é bastante agressiva. Ela é sempre lembrada pelo seu mau humor.

Cobra de Barriga Amarela (taipan do interior)

Cobra de barriga amarela taipan do interior
A cobra mais venenosa do mundo é a Cobra de Barriga Amarela, ou também chamada de Taipan do interior (Oxyuranus microlepidotu) comumente encontrada na Austrália. Ela é a cobra terrestre de veneno mais tóxico do mundo, ela seria 100 vezes mais venenosa que a cascavel.
Nos testes, foi comprovado que a dose letal do veneno da Taipan é de apenas 0,01 mg/kg. Se usar todo seu veneno de 110 mg, é capaz de matar 1.085.000 ratos ou 289 humanos adultos.
Sua picada pode causar paralisia respiratória, levando a vítima à morte em até 45 minutos.
Apesar do longo histórico de pessoas mortas pela picada da cobra, com administração rápida do antidoto e cuidados, é possivel que a vitima sobreviva, mas terá uma longa estadia hospitalizada sob observação.

89 Comentários

89 Comentários

                                              Deixe seu comentário!

                                              O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

                                              Mais Vistos

                                              O site utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência, de acordo com a nossa Politica de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.

                                              Cookie settings

                                              Below you can choose which kind of cookies you allow on this website. Click on the "Save cookie settings" button to apply your choice.

                                              FunctionalOur website uses functional cookies. These cookies are necessary to let our website work.

                                              AnalyticalOur website uses analytical cookies to make it possible to analyze our website and optimize for the purpose of a.o. the usability.

                                              Social mediaOur website places social media cookies to show you 3rd party content like YouTube and FaceBook. These cookies may track your personal data.

                                              AdvertisingOur website places advertising cookies to show you 3rd party advertisements based on your interests. These cookies may track your personal data.

                                              OtherOur website places 3rd party cookies from other 3rd party services which aren't Analytical, Social media or Advertising.