Ínicio » Autos » Top 10 maiores navios de guerras do mundo

Top 10 maiores navios de guerras do mundo

É vontade natural do homem a construção de coisas maiores, mais velozes e ainda mais fortes, em relação ao que se tinha antes. No universo militar, este ditado se mantém fiel pelos séculos, como é observado pelas muitas nações e estados procurando construir as maiores forças militares com armamento mais poderoso.
E talvez a natureza competitiva seja mais evidente na marinha dos diversos países, já que ter a mesma, grande numericamente, é símbolo de poder e riqueza nos mares. Isso também reflete na habilidade da nação para influenciar o restante do mundo ou impor o que se deseja aos outros. Nesta seleção estão os 10 maiores navios de guerra do mundo.

10°

Classe Izumo, Japão – 247 metros

Izumo um dos maiores navios de guerras do mundo
Apenas um navio desta classe foi concluído, porém o Japão planeja a construção de mais um para a Força Marítima de Alto-Defesa japonesa. Izumo é um porta helicóptero, com finalidade militar principal a caçar submarinos hostis e destruir os mesmos.
O navio pode transportar 14 helicópteros, 400 soldados e algumas dezenas de veículos. O custo aproximado é de US$ 1.2 bilhões. A classe Izumo é a mais moderna classe de navio na frota japonesa e o maior que o Japão construiu desde a Segunda Guerra Mundial. Apesar do tamanho, o navio tem apenas fins de defesa, sem armamento ofensivo algum, seguindo a politica e constituição da proibição de armas.

Classe Kirov, Rússia – 252 metros

Kirov navios
Os chamados “battle-cruisers” de poder nuclear da Rússia da classe Kirov destacam-se nesta seleção. Construídos e comissionados entre o fim dos anos 1970 e 1990, havia apenas 4 embarcações desta classe construídos; cada navio tem custo estimado atual de US$ 2 bilhões. Os Kirovs são muito impressionantes em termos de armamento, com misseis anti-navios, submarinos, aviões e outros misseis hostis.

Classe Wasp, USA – 253 metros

navio da classe warps
De 1989 a 2009, os 8 navios da classe Wasp, foram comissionados em serviço com custo em torno de US$ 750 milhões cada. Fora a sua tripulação de 1200, estes navios de ataque anfíbio podem transportar em torno de 1900 fuzileiros navais, dezenas de embarcações de ataque, helicópteros, tanques, e veículos de ataque blindados.

Classe America, USA – 257 metros

navio da classe america
Assim como a classe Wasp, a classe America é um tipo de navio de ataque anfíbio usado pelos EUA desde 2008. O tipo anfíbio possibilita transportar tanques, veículos blindados e navios menores dentro de sua estrutura. O USS America, foi o primeiro desta classe mais nova de navio, é maior, mais moderno e tem um orçamento de US$ 3.4 bilhões, muito mais caro que aqueles da classe anterior.
A maior parte desse aumento no custo é em razão das adequações modernas para abrigar e operar aeronaves mais novas e maiores, como a MV-22 Osprey.

Classe Charles de Gaulle, França – 261 metros

navio Charles de Gaulle

O único navio desta classe, o porta-aviões Charles de Gaulle é o primeiro navio de superfície francês com poder nuclear, e a única transportadora com esse poder ofensivo fora da Marinha dos EUA.
Após atraso considerável e complicações econômicas, o carregador foi finalmente comissionado em 2001, com um custo aproximado de US$ 4 bilhões. Esse navio francês pode operar com 40 aeronaves e pode velejar por mais de 20 anos antes necessitar reabastecer.

Classe modificada de Clemenceau, Brasil – 264 metros

navio de guerra sao paulo clemenceau
De 1961 até 2000, a Marinha Francesa operou com 2 porta-aviões da classe Clemenceau. Com o avanço da tecnologia marinha, e modernização da aeronáutica da França, um dos navios foi desfeito e virou sucata, e o outro foi vendido para a Marinha do Brasil em 2000, por US$ 12 milhões. Este foi renomeado como “São Paulo”, e atualmente pode transportar 37 aeronaves de asas fixas e dois helicópteros. Após reforma entre 2004 e 2010, finalmente ele voltou aos mares em 2011 com 1.300 tripulantes.

Classe modificada de Kiev, Índia – 283 metros

classe kiev entre os maiores navios de guerra do mundo
O INS Vikramaditya pertence classe de Kiev e, é atualmente um dos 2 porta-aviões da Marinha da Índia. Inicialmente, o navio era denominado de “baku” e pertencia a Marinha Soviética em 1987. A Rússia decidiu em 1996 que o seu orçamento não poderia sustentar esta grande arma militar, que forçou um enorme corte de gastos, e vendeu uma grande quantidade de equipamento militar da marinha e aeronáutica. Em 2004, Baku foi comprado pela Índia, por US$ 2.35 bilhões. Após reforma, somente em 2013 ele voltou a operar plenamente sob o nome de INS Vikramaditya.

Classe modificada Admiral Kuznetsov, China – 304,5 metros

Admiral Kuznetsov Class
Liaoning foi comissionado ao serviço chinês em 2012. O transportador é equipado com defesas contra mísseis, aviões e submarinos, também possui a capacidade de operar com 30 aeronaves de asa fixa.

Classe Admiral Kuznetsov, Rússia – 305 metros

Admiral Kuznetsov entre os maiores navios do mundo
Ao contrário dos porta-aviões americanos, os russo-soviéticos tiveram os seus equipados com armamento ofensivo-defensivo pesado. Em termos de avião, o Admiral Kuznetsov pode operar com mais de 30 aviões de asa fixa e uma dúzia de helicópteros.

Classe Nimitz, EUA – 333 metros

Classe Nimitz maior navio de guerra do mundo
Os porta-aviões da classe Nimitz são os maiores navios de guerra atualmente em serviço no mundo. Em torno de US$ 4.5 bilhões é o preço de cada um, e estes transportadores são os navios mais caros da seleção.
Os 10 navios desta classe ajudaram os Estados Unidos a flexionar seu poderio militar em torno do mundo. Os transportadores Nimitz podem operar com 85 a 90 aeronaves, substancialmente mais que qualquer outro navio no mundo. O mesmo pode ser visto no filme “Battleship – Batalha dos mares”.

Postado por Adriano Lucas

Adriano Lucas, é fundador do Top10mais.org, tem 28 anos, mora em Cuiabá. Estudante do curso de Sistemas para Internet, esta sempre disposto a aprender e compartilhar em seus blogs, as diversas curiosidades existentes no mundo. Blogar é seu hobby desde 2009, mas tornou-se sua principal atividade a partir de 2011.

Veja também:

fn f2000 entre as melhores metralhadoras do mundo

Top 10 melhores metralhadoras do mundo

A guerra é a ciência da destruição, onde ganha quem estiver melhor preparado em arsenal. …

2 Comentários

  1. faltou o USS Enterprise

  2. Até onde eu sei o nome disso é porta aviões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *