Ínicio » Musicas » Top 10 artistas que mais venderam disco no Brasil

Top 10 artistas que mais venderam disco no Brasil

Nesta seleção estão os 10 artistas que mais venderam disco no Brasil, de acordo com maiores vendagens de artistas nacionais no Brasil, dos formatos físicos e também digitais, segundo as apurações da ABPD, Associação Brasileira dos Produtores de Discos. As vendas digitais começaram a ser contabilizada somente a partir de novembro de 2008, e inclui os downloads na internet e ringtones, vendas realizadas por telefonia móvel.
A ABPD é também responsável por certificar os artistas com selos de discos de Ouro, Platina, Diamante de acordo com a vendagem. Nesse quesito pode-se incluir downloads, CD’s e DVD’s.

10°

Maria Bethânia – 26 milhões

maria bethania entre os artistas que venderam discos no brasil
Maria Bethânia é artista do gênero MPB, de 1965 até o presente, cantora e compositora. Ela nasceu em Santo Amaro, Bahia, 18 de junho de 1946, com participação pela juventude de peças teatrais com Caetano Veloso, seu irmão.
Esta estrela foi eleita a 5ª Maior Voz da Música Brasileira, pela revista Rolling Stone Brasil, sendo prestigiada pelos brasileiros e pela qualidade de seu grande trabalho musical.

Raça Negra – 30 milhões

raca negra entre os artistas que venderam discos no brasil
A carreira de Raça Negra é de 1983 até o presente, no gênero pagode e samba. O grupo de pagode constituído em São Caetano do Sul é um dos pioneiros do desenvolver do pagode romântico, de estilo de samba e muito romantismo.
A musica “É Tarde Demais” foi o maior sucesso do grupo. Ela foi parar no Guinness Book como a música mais tocada em 1 único dia no mundo com 600 execuções da música nas rádios.

Milionário e José Rico – 32 milhões

milionario e jose rico entre os artistas que mais venderam disco no Brasil
Conhecidos como “As gargantas de ouro do Brasil”, a dupla chegou aos 43 anos de carreira ainda no auge. Eles são autores do sucesso “Estrada da Vida” de 1980. A dupla esteve juntas de 1970 a 1991, quando se separaram, e retornaram em 1994. Infelizmente, eles se separaram novamente em 2015, com a morte de José Rico aos 68 anos de idade.
A partir de 2016, Milionário se uniu ao Marciano, que se separou de João Mineiro, formando a dupla Milionário e Marciano.

Chitãozinho e Xororó – 37 milhões

chitaozinho e xororo entre os artistas que venderam discos no brasil
A dupla sertaneja é sucesso de 1970 até atualmente. Eles são os irmãos José de Lima Sobrinho e Durval de Lima, naturais da cidade de Astorga, Paraná, constituindo uma das duplas sertanejas de maior reconhecimento no país. Eles gravaram 36 discos e participaram de outros 25 discos especiais.

Nelson Ned – 45 milhões

nelson ned entre os artistas que venderam discos no brasil
A carreira de Nelson Ned é definida de 1960 até 2014, de gênero música romântica/brega, seu maior sucesso, e posteriormente cantou musicas gospel. Nasceu em 1947 em Ubá e faleceu em 2014, sendo um grande cantor e compositor brasileiro. Ele foi o primeiro latino-americano com venda de 1 milhão de discos nos Estados Unidos, apresentando-se com grandes nomes da música romântica internacional como Tony Bennett e Julio Iglesias.

Xuxa – 50 milhões

xuxa entre os artistas que venderam discos no brasil
A carreira musical de Xuxa é determinada de 1984 até o presente, em gênero infantil. E Maria da Graça “Xuxa” Meneghel, nascida em 1963 em Santa Rosa, é ainda apresentadora de televisão, modelo, empresária brasileira e atriz. Ela venceu por 2 vezes o Grammy Latino de melhor álbum infantil e ganhou entre 1986 e 1992, 139 discos de ouro, 52 de platina e 10 de diamante. Quatro de seus discos estão entre os 10 álbuns mais vendidos na história do Brasil.

Tonico & Tinoco – 50 milhões

tonico e tinoco entre os artistas que venderam discos no brasil
A carreira de Tonico & Tinoco no sertanejo é definida de 1930 a 1994, e é quarta posição entre os artistas que mais venderam discos no Brasil. A dupla sertaneja caipira, considerada a mais importante da história da música do Brasil e ainda de maior referência.
Tonico, João Salvador Perez nasceu em São Manuel em 1917, e faleceu em 1994. Morreu com idade de 77 anos, depois da queda da escada do prédio em que residia.
E Tinoco, José Salvador Perez, nasceu em 1920 em Botucatu, e morreu em 2012, sendo artista sertanejo que ficou mais tempo em atividade, durante 82 anos. Ele faleceu com 91 anos de idade, por insuficiência respiratória; antes de morrer passou por 2 paradas respiratórias no hospital.
Foram 60 anos de carreira, com realização de quase 1000 gravações, dividido em 83 discos. As gravadoras com domínio já lançaram no mercado 60 discos. Foram feitas mais de 40.000 apresentações pela carreira. Um feito histórico desses artistas no Brasil.

Rita Lee – 55 milhões

rita lee entre os artistas que venderam discos no brasil
Rita Lee possui carreira de 1963 até dias atuais, no gênero rock. Nasceu em 1947, em São Paulo, é compositora, instrumentista e cantora. Pela carreira, recebeu premiação de mais de 30 discos de platina, 10 discos de ouro e 5 de diamante. É popular como Rainha do Rock Brasileiro, tendo inciado a carreira com o rock, mas pelos anos, flertou com vários gêneros como MBP e tropicalismo.

Nelson Gonçalves – 75 milhões

nelson goncalves entre os artistas que venderam discos no brasil
Sua carreira é definida de 1941 até 1998, no gênero MPB e samba-canção. Ele nasceu em Santana do Livramento em 1919, e faleceu em 1998. É considerado um dos maiores cantores e compositores do Brasil. Durante toda a sua carreira, gravou mais de duas mil musicas, 183 discos, 128 álbuns, vendeu cerca de 75 milhões de discos, ganhou 38 discos de ouro e 20 de platina.

Roberto Carlos – 120 milhões

roberto carlos entre os artistas que venderam discos no brasil
Roberto Carlos possui sua carreira de sucesso desde 1959 até o presente, do gênero MPB e Jovem Guarda. Ele nasceu em Cachoeiro de Itapemirim em 1941, cantor e compositor do Brasil.
E mesmo que tivesse começado a carreira com influência da Bossa Nova, no começo da década de 1960, alterou seu repertório para rock e posteriormente, na década de 70, para a musica romântica, onde permaneceu. E apesar da carreira na música, estrelou filmes interessantes também.

Veja também:

nirvana entre as maiores bandas de rock alternativo de todos os tempos

Top 10 maiores bandas de rock alternativo de todos os tempos

As duas últimas décadas do século 20 se depararam com um período de transição para …

32 Comentários

  1. Com certeza Roberto Carlos é o maior vendedor de discos não só do Brasil mas da América Latina . Isso é óbvio pois está na ativa até hoje e continua vendendo e lançando discos no mundo. O Instagram oficial do cantor acabou de divulgar a marca de 140 milhões de cópias vendidas.

  2. eu acho que a primeira é a luka….. a família e os amigos compraram um montão…..

  3. Só digo uma coisa …Pra quem achava que uma dupla regional pudesse ter vendido tantos discos….por favor vá ao Wikipédia e consulte a lista novamente. Finalmente consertaram esse erro tosco e sem o menor sentindo e atualizaram a lista. Todas as postagens davam um copia e cola naquela lista.
    POR FAVOR ATUALIZAR essa publicação também.

  4. Estar na mídia desde a década de 30 não quer dizer nada….faziam muito sucesso mas nessa época não se vendiam quase discos…as pessoas nem tinham aparelhos pra isso…tocar na rádio na época é uma coisa vender discos é outra. 150 milhões de discos é impossível para uma dupla pouco conhecida. Se tivessem vendido tanto seriam muito mais famosos. Fizeram uma expectativa pela quantidade de anos mas não faz o menor sentido. Tanto que o Wikipédia já corrigiu esse erro grotesco. E as pessoas continuam postando essa inverdade.

  5. Cade o Teixeirinha? Não aparece na lista por ser um artista gaúcho?

  6. Kd o zeze essa lista não está correta tá um dos das duplas que mais venderam disco no Brasil e fora tbem até hj só disco de diamante e ouro foram mais de 30…..

  7. Roberto Carlos não é pura mídia como dizem. O cara sempre buscou um lugar ao sol, e com seu talento e carisma, conquistou um público fiel no Brasil e boa parte do mundo, que o segue até hoje. Suas canções e composições estão aí, eternamente e fazem parte da cultura popular do país e de todos os brasileiros. Ele não se considera um rei, que dado pelo Chacrinha em pleno período da Jovem Guarda. Mas o apelido ficou. Em 1974, quando estreou com os especiais na Globo, era o artista que a emissora o buscava para ser contratado pelo grande sucesso, e pela popularidade, coisa que até hoje é, o mais popular cantor de todos os tempos. A ideia de início era de um programa semanal ou mensal, mas Roberto exigiu e só aceitaria se fosse um programa anual. E há mais de 40 anos, o fim de ano dos brasileiros é brindado com esse programa, que faz parte da história da tv. Acredito que Roberto tenha até vendido mais que 120 milhões, já que a sua popularidade é grande, e a estatística não é exata, é uma estimativa. E essa mesma estatística diz que Tonico e Tinoco vendeu 150 milhões… Enfim, são apenas números, mas o que quero ressaltar aqui, para muitos que falam mal de Roberto Carlos, com toda certeza, não conhecem sua história, sua obra e importância para a música brasileira. Ele é um ser humano com virtudes e defeitos como todos nós. Mas imortal pela obra, que ficará para sempre.

  8. Joédson Gomes de Jesus

    Onde está Luis Gonzaga nesta lista ?

  9. Pessoal, poucos sabem, mas a maneira de medição de vendagem e premiação de discos no Brasil, é uma grande “furada” e desleal, em referência aos países mais sérios. Nos EUA por exemplo, as vendagens de discos de um determinado artista é REAL, pois elas são apuradas pela nota fiscal de vendas ao consumidor final. Então, se um artista de lá vendeu 500 mil cópias, são dados verídicos, pois teoricamente, 500 mil pessoas compraram os discos. Aqui no Brasil não. Aqui, a medição é feita pela nota fiscal de compra dos discos pelos comerciantes de lojas. Isso mesmo!! Aqui um artista recebe o prêmio de “Disco de Platina”, por exemplo, de 100 mil cópias, apenas pelas notas fiscais de “COMPRAS” realizadas pelas lojas. Na verdade e na grande maioria das vezes, os condumidores que compraram seus discos, não chegam nem à 10 mil pessoas. É uma tremenda enganação. Nos anos 90, houve uma contestação deste método brasileiro, por vários artistas e produtores, que não aceitavam essa “maquiagem”, bancada pelas grandes gravadoras ao lado da mídia. Nos anos 80 e 90, havia um cantor (Amado Batista), que vendia mais discos que Roberto Carlos e todos os outros artistas premiados daquela época, pois o problema dele, era que sua gravadora era independente, sem vínculo com a mídia, principalmente TV Globo. Notem que todos os discos de Platina dos artistas, são entregues nos programas Globais.
    Nos EUA e Grã Bretanha, a venda é real, porém quando eles citam seus artistas como os maiores vendedores de discos do mundo, à de se considerar talvez como verdade, apenas os Beatles e Elvis Presley, pois nos anos 70, ninguém vendeu mais discos no mundo, do que o artista Italiano/Francês “ADAMO”. (Só um disco dele, vendeu no oriente médio e europa, mais de 20 milhões de cópias. Isso porque ele tinha seu próprio selo e gravadora e então, as gigantes americanas/inglesas (na época), CBS, EMI, ATLANTIC, DECCA, PHILIPS, POLYDOR e etc, juntamente com os principais órgãos das indústrias fonográficas e Billboard daqueles países, não levaram em consideração as vendas de discos do ADAMO.
    Por isso, é muito errôneo acreditar que “a suposta lista” de maiores vendedores de discos, tanto aqui no Brasil, como no mundo, possam estar corretas. Não existe uma medição precisa, principalmente aqui no Brasil.
    Tenho 60 anos, sou músico (velho, mas ainda na ativa) e colecionador de discos dos anos 60 e 70, internacional e nacional. Comecei minha coleção em 1966, aos dez anos e naquela época, aqui no Brasil, as vendas eram sérias. No âmbito internacional, a grande maioria dos discos mais até hoje, são exatamente os dos anos 60 e 70.
    Com a globalização do uso do computador para baixar músicas, as vendas de todos os artistas (novos e antigos), despencaram no mundo desde de 2005.

  10. Helton Pedrosa Veríssimo

    Informação totalmente sem nexo essa. O grande artista do século passado e ainda presente na atualidade foi o nosso inesquecível saudoso, Vitor Mateus Teixeira, (O famoso Teixeirinha) o qual em seus gloriosos trabalhos, com mais 720 composições próprias gravadas, vendeu mais discos que que o grande artista pop Americano Michael Jackson!!!

  11. Como a Rita Lee pode ter 55 milhões de cópias vendidas com um numero inferior a 35 discos lançados e não ter nenhum disco com vendagem superior a 2 milhões de cópias?

    Falo isso porque as listas de 10 discos mais vendidos no Brasil variam entre a faixa entre 2 e 3,5 milhões de cópias ( recordista é xuxa ou Padre Marcelo)….

    Trabalhei em loja de discos nas decadas de 70 e 80 e tirando o disco que tem lança perfume que seguramente vendeu mais de 1 milhão, os demais todos, incluindo as épocas dos mutantes e tutti frutti tinham vendagens bem discretas e nunca chegavam ao topo da parada de mais vendidos…

    O mesmo não se pode falar de Roberto Carlos esse sim o maior vendedor de discos brasileiro, mas também é estranho não ter nenhum disco do Roberto entre os top 10 de todos os tempos….

    Acredito que se a contagem fosse cumulativa (somando todas as tiragens , reedições etc de todos os anos, como é feito com o thriller de michael jackson nos Eua, para exemplo) um disco como ” em ritmo de aventura” ou ” detalhes” seguramente devem ter tiragens superiores a 4 milhões de cópias….

    O mesmo vale para Teixeirinha, que deve ter o disco “coração de luto” como o mais vendido no Brasil de todos os tempos, apenas a contagem de vendas , sobretudo antes dos anos 80 no Brasil é de uma imprecisão de dar dó.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *