Ínicio » Conhecimento Geral » Top 10 razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu

Top 10 razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu

A religião é uma das forças mais poderosas do planeta, porém duvidosa. Não há quaisquer provas cientificas concretas sobre o Deus de cada religião. O que se sabe, é que elas possuem histórias semelhantes.
Esse artigo não representa a opinião do blog ou do autor. Assim como já foi postado as 10 evidências da existência de Jesus Cristo e outros assuntos religiosos, cabe a cada pessoa refletir acerca do assunto, e não simplesmente atacar o autor/blog nos comentários. Todos podemos debater sobre o assunto e mostrar a opinião sem ofender quaisquer religiões.
Nesta seleção estão em destaque as 10 razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu, cabendo a cada um tirar as próprias conclusões.
10°

Não há relatos contemporâneos da vida de Jesus

relatos contemporâneos  entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
Se considerar registros históricos contemporâneos, Jesus não existiu. Não há uma única menção a ele em registros militares ou expedições em volta de Roma. Certamente qualquer um que pudesse comandar multidões de pessoas em uma província seria de suma importância qualquer registro.

Todos os relatos posteriores da vida de Jesus são puro boato

relatos  entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
Mesmo que não haja relatos do tempo de vida contemporâneos da existência de Jesus, há referências a ele na escrita cristã, e textos não cristãos nas décadas após sua suposta morte. Nem um único destes relatos é um credível da vida dele. Nenhum deles reporta quaisquer textos anteriores e são, portanto, nada mais do que rumores, e como tal, não confiável.

Os evangelhos foram escritos como propaganda cristã

propaganda  entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
Para cristãos em todos os lugares, os Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas, e João são as fontes oficiais dos acontecimentos da vida de Cristo, como escrito por seus discípulos, aqueles que o conheceram melhor e observaram seu ministério.

É provável que os evangelhos terem sido escritos por discípulos que não conheceram Jesus

outros discipulos  entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
O Evangelho de Marcos, embora o segundo no Novo Testamento fosse o primeiro a ser escrito, provavelmente em torno de 70 d.C enquanto o Evangelho de João foi escrito em torno de 90 a.C. Em nenhuma parte em quaisquer dos evangelhos os autores se identificam como os discípulos e companheiros deles de mesmo nome.

Os primeiros livros do Novo Testamento, As Epístolas de Paulo, nunca se referem a Jesus como um ser vivo

jesus ser vivo  entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu

As Epístolas de Paulo são os primeiros livros do Novo Testamento, mas São Paulo não conhecia Jesus durante o suposto tempo de vida dele. Paulo não, claramente, teria conhecido Jesus pessoalmente, mas ele não faz reivindicação de tal conhecimento em suas epístolas.
Na realidade, ele não faz praticamente referências a uma vida terrena para Jesus, ao invés, aconselha outros cristãos sobre como viver suas vidas. Desta forma, Paulo define o que significa ser um cristão, criando um quadro que tem sobrevivido até hoje.

O Novo Testamento foi concebido para promover o cristianismo, não fato de documento histórico

novo testamento entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
Nos primeiros anos do cristianismo, havia um número de interpretações diferentes e concorrentes. No segundo século Ireneu de Lyon começou a codificar o Novo Testamento e identificou os 4 Evangelhos, que são usados atualmente como parte do catálogo, rejeitando todas as outras interpretações.
Ele escreveu com eloquência e veemência em seu livro, Contra Heresias, para estabelecer exatamente o que devia ser incluído e excluído na definição do cristianismo. O Novo Testamento de dia moderno é, portanto, muito da visão de um homem e interpretação do que cristianismo deve ser.

Não há evidência histórica de eclipse, terremoto ou rasgo do véu no templo, supostamente ocorrido no momento da morte de Jesus

terremoto  entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
O Evangelho de Mateus, capítulo 27, e o Evangelho de Lucas, capítulo 23, dão um relato em profundidade dos eventos da crucificação. Porém a falta de evidência histórica é quarta posição nesta seleção.
Os eventos principais como terremotos e eclipses teriam sido registrados em detalhes por historiadores contemporâneos e um terremoto grave suficiente para estourar sepulturas teria sido registrado pelo tribunal judaico e pelos administradores romanos, caso houvesse ocorrido.

Não há artefatos históricos tangíveis associados a Jesus

artefatos  entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
Nada, absolutamente nada da vida de Jesus permaneceu, mesmo logo após sua morte. Não há um único objeto, verificável e tangível na existência atual ou conhecido a ter existido em qualquer momento nos últimos 2.000 anos que pertenceram a Jesus. Apenas supostos boatos para manter viva a memoria cristã. A não existência dos artefatos é terceira posição nesta seleção, das 10 razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu.

A cidade de Nazaré não existiu durante a época que Jesus tem fama de ter estado vivo

nazare entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
Jesus era conhecido como o nazareno, possivelmente por causa da fama dele de ter sido de Nazaré. Para muitas pessoas não há razão de duvidar da alegação.
Nazaré existe hoje, uma cidade antiga com uma longa história, e um filho muito famoso, mas enquanto Nazaré é velha, não é tão antiga como Jesus ou mesmo o cristianismo. O historiador Josefo lista todas as cidades na Galiléia de cerca daquela época e Nazaré não está nesta lista.

A história de vida de Jesus faz paralelo de outros seres míticos muito próximos a serem reais

historia semelhante entre as razões pelas quais Jesus Cristo nunca existiu
Muitas mitologias têm um Cristo como personagem cuja história é determinada ao redor de mesmo padrão. Osíris, o deus egípcio do submundo tinha uma história de vida muito semelhante e os antigos egípcios celebravam sua “paixão” com gosto. Filho de Osíris, Horus nasceu de uma virgem em uma caverna com uma estrela ao alto.

**Esse artigo não representa a opinião do blog ou do autor. Assim como já foi postado as 10 evidências da existência de Jesus Cristo e outros assuntos religiosos, cabe a cada pessoa refletir acerca do assunto, e não simplesmente atacar o autor/blog nos comentários. Todos podemos debater sobre o assunto e mostrar a opinião sem ofender quaisquer religiões.

Postado por Adriano Lucas

Adriano Lucas, é fundador do Top10mais.org, tem 28 anos, mora em Cuiabá. Estudante do curso de Sistemas para Internet, esta sempre disposto a aprender e compartilhar em seus blogs, as diversas curiosidades existentes no mundo. Blogar é seu hobby desde 2009, mas tornou-se sua principal atividade a partir de 2011.

Veja também:

tempestades solares entre os casos que podem provar que a astrologia é real

Top 10 casos que podem provar que a astrologia é real

Nesta seleção estão em destaque os 10 casos que podem provar que a astrologia é …

35 Comentários

  1. Querer provar a inexistencia de Deus o de Jesus Cristo todos usam para querer ganhar audiencia, dinheiro, fama etc…
    eu poderia dar muito mais que apenas 10 razoes para saberem da existencia de Cristo Jesus, mais Paulo na suas cartas aos romanos nos diz: Aceitem o que é fraco na fé, sem discutir assuntos controvertidos.
    Romanos 14:1, por isso Jovem Adriano Lucas (fundador deste site), quero ti deixar esse versiculo: Porque está escrito: ” ‘Por mim mesmo jurei’, diz o Senhor, ‘diante de mim todo joelho se dobrará e toda língua confessará que sou Deus’ “.
    Assim, cada um de nós prestará contas de si mesmo a Deus.
    Romanos 14:11,12
    Deus te abencoe!

    • Mais uma vez um crente invertendo o ônus da prova. Quem tem que provar a existência de um cristo ou de um Deus são vocês. De qualquer forma não mudaria nada. O próprio Paulo usa o termo fé pra justificar as crenças dele. Quem pode ir contra a fé? Dá pra discutir com alguém que acredita em algo por princípios filosóficos?

  2. É tão tal que ele diviudiu o tempo em dois tempo, a.C= antes de Cristo, d.C= depois de Cristo.

  3. Este artigo é um jogo de marketing para atrair as pessoas pela polêmica! Os argumentos são muito superficiais. Com todo respeito, o autor deste artigo não fez um trabalho minucioso de pesquisa. Ele simplesmente lançou penas ao vento. Quando for falar de algo é bom ter conhecimento de causa e não pegar artigos tendenciosos de revistas ou mesmo da internet. Proponho que se faça um estudo de fato pegando argumentos a favor e contra e depois se faça uma análise.

  4. Porquê respostas a minha mensagem chegam no meu e-mail antes de serem publicadas aqui?

  5. Todo mundo sabe que jesus existiu sim, isso é apenas uma pagina escrita por um ateu

    • Sabem não anônimo. Mais uma arrogância dos cristãos. Concordo que uma página escrita por um ateu não vai publicar rezas nem culto ao sobrenatural.

  6. Acredito em Jesus Cristo Mais acho que ele foi Só mais um Homem Normal Que Nem Qualquer Um

  7. UmCristãoDesconhecido

    Interessante esse post… da pra ver que foi feito por só mais um ateu tentando desenvolver explicações para o ateísmo.Você não prova científicamente que Jesus existiu, porque meio que a ciência se opõe a qualquer relato não observável pelos cientistas, mas como a bíblia diz: bem aventurados os que creem mesmo sem ter visto. Agora eu te desafio a provar porque Jesus REALMENTE EXISTIU.

  8. Bando de otários, claro que o senhor jesus cristo existiu e existe, o motivo de vcs estarem vivos são por causa dele, vamos fazer o seguinte, quando o mundo acabar e ele descer do céu em nuvens de glórias na ressurreição vamos ver o que vcs (ateu) acham. TROUXXAS.

    • Respeite ele pelo menos, qual é o problema de ser ateu, aliás nenhum deus supostamente gosta que seus aliados obriguem outros a seguir o mesmo caminho acreditando em um certo ”deus” pelo amor de deus.

    • Grande cristão, xingando e espumando de raiva porque sua frágil fé foi contestada. Quando o mundo acabar já seremos pó a muito tempo. Tá na bíblia!

    • como uma pessoa que afirma acreditar na existência de cristo, chama as pessoas de TROUXA !.
      É no mínimo um paradoxo, seu babaca.

      • É mais um idiota da aldeia que não tem o que fazer. Pra esses nem vale responder. Vai ver não é nem cristão. Fica batendo boca pra justificar a própria existência.

  9. Interessante o Post, porem antes das pessoas tomarem estas conclusôes abordadas no vídeo é preciso ler bastante recomendo os seguintes livros:
    Em Guarda – Willian Lane Crag
    Em Defesa De Cristo – Lee Strobel
    Evidências que exigem um veredito – josh mcdowell
    AGUSTU CURY – análise da inteligência de cristo
    Qualquer um que ler estes livros vai saber um pouco mais de historia do que muitos ateus.

    e um detalhe acho que um dos maiores historiadores da humanidade A. N. Sherwin-White (NÃO ERA CRENTELHO) discordaria E o que dizer então do grande arquepeologo Sir Wilian Ransey (ganhador do nobel pela descoberta dos gases nobres) também discordaria deste post mas enfim Deus abençoe vocês abraço e paz!

    • Todos autores cristãos. Estão no direito deles. Não tem o que discordar do post. São verdades absolutas. Cristo não é uma questão de prova científica. Os cristãos deveriam enfim admitir isto e viverem felizes na sua fé. Querer contrapor a ciência com argumentos fictícios não gera debate.

      • Amigo, você viu as referências?

      • “São verdades absolutas” Me diz então, Jesus, nasceu em Nazaré ou em Belém? Outra verdade absoluta pra você ateu: Onde na bíblia diz que Jesus nasceu em 25 de Dezembro?

        • Segundo minha descrença Jesus não existiu portanto não nasceu. Essa polêmica do local de nascimento é uma das fragilidades do relato bíblico. Na bíblia não diz a data do nascimento de Jesus. Essa data assim como todo o resto são apanhados de histórias de divindades mais antigas. Mas se tu tá feliz sendo crente, continue! Só não atrapalhe quem quer viver de olhos abertos!

  10. Nada existe..Tudo não passa de uma MATRIX.

  11. Que bom que o blog tenta ser imparcial, porém, parcialidade total não existe. Aliás, a própria ciência, história, etc não é e nunca será imparcial. Em alguns aspectos, é quase uma “religião”. Já reparou que, para muitas pessoas, algo só é verdadeiro se tem respaldo científico? E o próprio ensino nas escolas também não é imparcial, mas há sempre uma ideologia por trás, há interesses de muitos tipos, pra tudo. Em certos contextos, nem é interessante que descobertas históricas e científicas sejam reveladas para a população. E a ciência, incluindo a História, servem para examinar e estudar tudo o que se refere ao mundo natural, enquanto que a religião trata do sobrenatural, que nunca será provado pela ciência, até pq, não pode ser objeto de estudo da mesma, pois aí deixaria de ser sobrenatural. E para o sobrenatural, as provas de existência não são da mesma natureza das provas necessárias para a ciência. E se o sobrenatural pudesse ser provado pela ciência, então não seria sobrenatural. Mas o modo como nós enxergamos a realidade irá fazer com que a interpretemos de determinada maneira. E isso serve até para os cientistas, pois até mesmo na ciência não há consenso sobre diversos assuntos, e o que pode ser verdade num dado momento histórico, pode ser uma inverdade em outro momento, por novas descobertas científicas, que nem sempre são parciais, tb. Não há imparcialidade em nada e a ciência nunca irá conhecer, entender ou revelar tudo, pois “há mais coisas entre o céu e a Terra do que sonha a nossa vã filosofia”.

    • Muito bem. Faço duas ressalvas. A ciência sempre se reinventa, mérito da ciência. A religião pelo menos em sua base teórica é estática, se vangloria disso.

      Seria preciso que os teístas concordassem com a sobrenaturalidade das divindades pra este argumento ser aplicado. Só o fato deles acreditarem que deus interfere no plano físico tira esta sobrenaturalidade da religião. Pelo menos das religiões que eles seguem.

      O mais chato das religiões é querer impor. É se arrogar dono da verdade. Não admitir o debate mas não se privarem de obstruir e dar pitaco na vida de todo mundo. Vide células tronco, aborto, drogas, anticoncepção, etc…

      • Refletindo sobre esse seu conceito, chego a conclusão que não é somente a religião que QUER impor sua verdade, a ciência sempre faz isso, e o que mais me deixa surpreso é que 99% das provas “científicas”, jamais serão postas a prova pela massa… muitos se utilizam de equipamentos EXTREMAMENTE caros para realizar tais experiências, tornando cada vez mais difícil refutar tais “provas”… e pra se ter uma ideia a ciência não é uma verdade absoluta, leis de todas as áreas da ciência são derrubadas com uma certa frequência.
        Finalizando, a ciência é sim uma RELIGIÃO, onde poucos sabem a verdade e muitos repetem essa “verdade”.

      • Aborto é assassinato. Deve ser punido como os outros assassinatos, ou todos devem ser descriminalizados.

  12. JANE TADEU DA SILVA

    Assim falam os Cristãos que não acreditam que existiram Maomé e Buda, cada religião tem o seu JESUS CRISTO e o nosso é ele, quanto a história todo mundo tem a sua, só que pra nós a fé nele funciona e isso que importa, os ateus tem seus preceitos mesmo não aceitando o que eles pensam, todo mundo tem o direito de acreditar naquilo que segue .

  13. Os “ortodoxos” vão encher teu saco neste post! Não importa a verdade histórica. Pra eles a FÉ resolve todas as coisas.

    • UmCristãoDesconhecido

      Ourro ateu tentando desenvolver explicações para o ateísmo…

      • O ateísmo não precisa de explicações meu caro cristão. O ateísmo é o princípio de tudo. Ser crente é que precisa de explicações. Explicações que vocês não tem e ficam querendo justificar com livros sagrados.

        • “O mais chato das religiões é querer impor. É se arrogar dono da verdade. Não admitir o debate mas não se privarem de obstruir e dar pitaco na vida de todo mundo.”
          “O ateísmo não precisa de explicações meu caro cristão. O ateísmo é o princípio de tudo.” Sim, sim. A religião que é dona da verdade…

          • É claro que o ateísmo é o principio. Ou já viu alguém nascendo cristão, por exemplo? Nascemos livres de interferência da sociedade, mas quando crescemos acabamos por absorver essas características é a tal do habitus de Bourdieu. A questão é: você foi contaminado o suficiente ou não?
            E quanto a precisar de explicação, é uma questão de probabilidade e lógica não se dar ao esforço inútil de tentar provar efetivamente a inexistência de algo. Só se consegue, ou não, dissertando filosoficamente, mas isso ainda não prova nada. Em suma, não se pode provar (antes de você fazê-lo) que após três piscadas que você der o mundo não vai explodir, mas focar nisso é pura paranoia e perda de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *