Nos siga nas redes sociais

Conhecimento Geral

Top 10 países com mais cassinos

Na atualidade, muito se fala da liberação dos cassinos no Brasil. Esse é um bom momento para investigar quais são os países do mundo com maior número de cassinos “físicos” ou “terrestres”, como também são chamados. Aqui não se incluem os cassinos online que, no mais, estão baseados em um país mas atraem clientes de todo o mundo (bastando ter conexão com a internet). Veja então o top 10 de países com mais cassinos, de acordo com o site World Casino Directory.

10°

Colômbia: 75

cassino na colombia
Surpresa! Sim, a Colômbia não tem esse histórico de jogos de cassino para apresentar. Mas trata-se de um país que há muito anos aposta na liberdade econômica, e o número de cassinos reflete isso mesmo.

Alemanha: 86

cassino na alemanha
Um dos países mais desenvolvidos do mundo também conta com atrativos para jogadores de cassino. A região conhecida como Baden-baden possui alguns dos cassinos mais luxuosos do mundo.

Argentina: 107

cassino na argentina
O país com mais cassino na América do Sul. Será surpresa a Argentina aparecer? Talvez não – especialmente sabendo que todo jogador brasileiro vai lá.

Letônia: 123

cassino na letonia
A Letônia é um pequeno país do mar Báltico, que recuperou sua independência em 1991 após o fim da União Soviética. Um dos caminhos do desenvolvimento foi a abertura de cassinos, que atraem visitantes de outros países, em especial da Rússia. A população da Letônia é pouco mais de metade da do Rio Grande do Norte, e por isso eles tinham mesmo de apostar em uma economia liberada. A economia letã foi das que mais cresceu na Europa nos últimos anos.

Reino Unido: 158

cassino no reino unido
A Grã-Bretanha é uma histórica potência europeia e em um fator como esse não podia ficar para trás. As trocas culturais entre a França e a Grã-Bretanha, na área dos jogos de fortuna, foram fortes ao longo dos últimos séculos.

Holanda: 168

cassino na holanda
Tal como o Canadá, a Holanda é outro país que considera que cada cidadão deve ser responsável por si próprio e perante os outros. Daí a facilidade no funcionamento de cassinos.

França: 181

cassino na franca
A França, uma das pátrias dos jogos de cassino modernos, não podia faltar nessa lista. O cassino do Mônaco não está incluído.

México: 206

cassino no mexico
Alguns consideram que o México não faz parte da América do Norte; outros (incluindo aqueles que olham o Direito Internacional e veem que o acordo comercial NAFTA junta o México a seus vizinhos do Norte) consideram que sim. Seja como for, a presença do México faz com que essa seja a região do mundo com maior número de casas de jogo legais.

Canadá: 219

cassino no canada
O Canadá é um país conhecido por seus costumes liberais, associados a uma cultura cívica muito forte. Muitos desses cassinos estão situados perto da fronteira com os Estados Unidos, pois, como referido acima, a maioria dos estados americanos coloca limitações legais. Mas são “apenas” 219 casas, e daí já se vê a diferença de números para o país do Tio Sam.

Estados Unidos: 1958

cassino no estados unidos
O estereótipo corresponde à realidade: os Estados Unidos são mesmo o país dos cassinos, com 1958 estabelecimentos registrados. É bem mais que os restantes nove países dessa lista! Além dos grandes “hubs” como Las Vegas e Atlantic City, tem cassinos espalhados por todo o país nas reservas indígenas. No século XX, considerou-se que essa seria uma boa forma de gerar renda para essas comunidades e o sistema se mantém até hoje.
Com tantos cassinos, parece estranho pensar que as cidades do jogo e as “casas” indígenas são uma exceção. Mas é verdade. A maioria dos 50 estados proíbe a atividade.

Mais Vistos