Ínicio » Comportamento » Top 10 motivos que levam a separação

Top 10 motivos que levam a separação

O mundo moderno estabeleceu vários costumes que, antigamente, não eram cultivados pela sociedade, tornando-se, atualmente, comuns para diferentes indivíduos, encarando-os como “consequências” de determinados acontecimentos, assim como tratando-se de separação, algo que tornou-se muito frequente entre um casal que estipula diferentes razões e motivos para este acontecimento.
Há vários motivos de separação que são dados constantemente como “desculpas” ou razões para que o casal em questão separe-se, principalmente em relação aos casamentos que, subitamente, acabam por uma variedade de aspectos que podem ser destacados, visualizando o top 10 destes principais motivos que levam duas pessoas à desunião.

Enjoar-se um do outro

enjoo um do outro
Este é o principal motivo que ocorre com muitos casais, sendo que, segundo pesquisas realizadas, cerca de 37% pessoas afirmaram este motivo como razão da desunião de duas pessoas que anteriormente amavam-se.
Isto normalmente ocorre no casamento, onde duas pessoas que não viviam juntas constantemente acabam por, com o tempo, enjoarem-se um do outro e das manias cultivadas por cada um, fazendo com que, diferentemente de outros casais, o tempo longo que possuem juntos possa atrapalhar a relação.

Diferenças entre pessoas

diferencas
Também por conta da convivência que não era 24 horas por dia antes do casamento, vários casais, após morarem juntos, acabam por descobrir muitas diferenças que vem à tona, fazendo com que os mesmos já não estejam mais na mesma sintonia e até mesmo acabem por partirem para caminhos diferentes, com ambições contrárias ou até mesmo simples hábitos que podem irritar um ao outro. Prepare-se para tolerar as diferenças.

Esforço mútuo

esforco
Vários casais acusam que, em um relacionamento, o esforço dos dois deve ser mútuo, tanto para permanecerem juntos, assim como em questão de carinho, amizade, companheirismo e diferentes outros aspectos que fazem parte da vida a dois.
Quanto este aspecto não está devidamente equilibrado, uma pessoa acaba oferecendo-se mais à outra e dedicando-se mais, fazendo com que, com o tempo, seja possível perceber este problema e até mesmo gerar desânimo de quem um dia esteve esforçando-se para manter a relação intacta.

Intimidade

intimidade
Com o casamento, vários aspectos devem mudar, fazendo com que o casal deva ceder alguns aspectos para compartilhar diferentes momentos e realmente promover um casamento ideal e com todos os benefícios necessários.
Ainda que alguns momentos especiais devam ser compartilhados, a intimidade deve permanecer, pois cada um tem suas devidas necessidades relacionadas ao espaço que desejam obter e, ao sentirem-se muito “sufocados”, dois indivíduos podem abrir mão de seu relacionamento para investir em seu próprio espaço que sentia falta no casamento.

Falta de diálogo

dialogo no casamento

Conversar é um aspecto muito importante para o casal e muitos acabam por terminar um matrimonio devido a falta dele, fazendo com que estes não possam compartilhar experiências, conquistas e até mesmo ambições, além de resolver problemas que podem, ocasionalmente, ocorrer no dia-a-dia a dois. Diálogo é essencial para uma vida a dois.

Infidelidade

infidelidade
Mesmo que muitos casais possam pensar que a infidelidade é o principal motivo para a separação, somente 21% dos casais acusam que um dos dois foi infiel.
A traição pode destruir muitos relacionamentos e, por este motivo, no momento da união perante à religião, a mesma tem o intuito de designar que os dois somente pertencerão a ambos, sem que qualquer outro possa interferir quanto aos prazeres carnais. Deve-se ficar sempre atendo aos sinais de traição.

Sem vida sexual

falta de sexo
A falta de sexo também pode causar a separação, fazendo com que o casal em questão não possua mais prazer um pelo outro, sem o libido e a vontade que cultivavam anteriormente ao casamento, muitas vezes pela rotina ou até mesmo pelas novidades que não estão presentes neste momento, fazendo com que um dos dois, ou ambos, percam o interesse.

Sem objetivos comuns

objetivos comuns
Os princípios cultivados por uma pessoa podem determinar se um casal permanecerá, ou não, juntos, sendo que tais objetivos podem estar relacionados à vida pessoal ou profissional, normalmente em relação ao trabalho e aos estudos, além da construção da família indicando a ambição de ambos que, em determinado momento, pode diferenciar-se, causando a desunião.

Falta de apoio

Falta de apoio
Um casal deve apoiar-se para que ambos consigam atingir as conquistas desejadas, referentes ao próprio relacionamento ou até mesmo à vida profissional, amparando-se um no outro e encontrando as forças necessárias para prosseguir, sendo que, a falta deste aspecto pode causar a separação.
10°

Paixão por outra pessoa

apaixonado por outra
Não necessariamente tratando-se de traição, apaixonar-se por outra pessoa é um dos 10 motivos da separação de um casal, fazendo com que um dos mesmos acabe por seguir um rumo diferente, desprendendo-se de seu/sua companheiro(a) para arriscar-se em outro relacionamento.

Postado por Adriano Lucas

Adriano Lucas, é fundador do Top10mais.org, tem 28 anos, mora em Cuiabá. Estudante do curso de Sistemas para Internet, esta sempre disposto a aprender e compartilhar em seus blogs, as diversas curiosidades existentes no mundo. Blogar é seu hobby desde 2009, mas tornou-se sua principal atividade a partir de 2011.

Veja também:

evitar contato entre os sinais que mostram uma pessoa culpada

Top 10 sinais que mostram uma pessoa culpada

O mundo de hoje é um ambiente onde a mentira se torna um modo de …

27 Comentários

  1. Se eu pudesse falar para alguém que está pensando em se casar ou ter algum tipo de relacionamento estável diria: conheça profundamente a pessoa com quem pensa ter esse relacionamento, pergunte se quer ter filhos, se realmente sabe tudo o que isso acarreta, sobre custos e afazeres, se vocês estão realmente dispostos a encarar isso, se querem morar em casa ou apartamento, se gostam de animais, se gostam de viajar, o que gostam em viajens, o que gostam de comer, quais são seus planos de futuro, se querem crescimento financeiro, se estão dispostos a econômizar para adquirir algo, ou se querem morrer trabalhando com gastos desenfreados para manter um padrão de vida ou se querem curtir somente a vida simplesmente com o que têm e comemorar de forma simples valorizando às coisas simples da vida como a natureza, esporte e arte.
    Infelizmente, não cheguei a conversar nunca sobre isso com a minha conjuge, e agora, já é tarde pois estamos com duas filhas pequenas e temos que viver como simples conhecidos para poder terminar essa criação e dar o máximo de amor a estas filhas, que um dia quando já estiverem grandes eu possa me separar, pois já fazem 7anos que vivo como um zumbí, seno a sobra de outrem, vivendo o sonho de outra e quando elas estiverem prontas para um relacionamento, quero poder falar essas coisas para as minhas filhas não passarem pelo mesmo que eu e possam ser felizes realmente, nenhum “amor”, vale mais que o amor por Deus e o amor próprio.

    • de fato é verdade seu comentario é feliz e devidamente correto, vivo o mesmo dilema porem deicidi nao mais aceitar esta situacao e vou sim cair fora mesmo que minhas filhas ainda sejam pequenas.Humilhacao e demais desmoralizacoes nao são faceis de se aguentar…e eu decidi que o amor proprio vale mais do que tudo….

  2. Por acaso entrei neste site e vi seu comentário Fernanda…mas te digo uma coisa se vc esta na igreja , e tem buscado á Deus , de verdade , não tenha dúvidas quanto ao que ele pode te fazer, sei que vc está triste, mas posso te dizer com toda a certeza que Deus tem poder pra fazer renascer o amor que morreu dentro de vc .Por mais lindo que seja ser feliz nessa terra, é engraçado o que vou te dizer…mas é bem assim que Deus ama a gente…sim é assim!!: amar quem não te ama…é o que Ele espera das pessoas , amar quem te ama é facil, mas ter Esperança significa esperar que Ele pode fazer alguma coisa…Ja passei por isso e posso te dizer amava meu marido quando nos casamos , e por causa de uma situação um tanto inusitada , em que eu estava errada e ele deixou seu egoismo crescer, quase perdemos tudo… um dia Deus me disse com todas as letras: se vc desistir , vai ficar sozinha , não vou ser com vc, confesso que tremi…Então fiquei e Ele fez renascer tanto o amor que eu havia perdido quanto o amor do meu esposo e Deus o usou pra me salvar… Se eu tivesse desistido , acho que agora seria até depressiva , mas agora junto com meu esposo, tenho vivido muitas experiencias maravilhosas eu o amo mais agora do que antes.Que Deus te dê fé e esperança minha irmã pra que vc possa vencer as setas que veem na sua mente… por que na minha mente vinha todos os dias … não é fácil confesso mas eu venci e vc pode vencer tbm , e ter o lar que vc nunca imaginou que poderia ter:Quem te garante que se vc ficar vai dar certo:Jesus garante, o meu testemunho ainda é fraquinho perto dos de muita gente que Eu conheço pessoalmente e se vc quiser ouvir fico feliz em te contar…pois conheço muita gente em situações piores que a nossa…bjs

    • Creio no poder de Cristo! Em seu amor e cuidado! Sei qie elepode transformar da agua o. O vinho qq relacionamento. So qie os milagres sao p. Quem busca. Se o conjuge nao quiser mudar, nao pedir ajuda e nao aceitar tranadormacao da parte de Deus….sinto muito….o milagre nao vai acintecer. E ai? Como fica a outra parte que esta sendo sendo maltratada?????? Vou lhe dizer a luz da biblia que tdos nos fomos chamados p. Amar sem esperar retorno, a pagar o mal com o bem e a nao buscar nossos proprios interesses. Entao como posso fazer tudo de bom p. O outro e nao receber bada em troca? Pois é….a biblia nao apoia o divorcio a nao aer em caso de adulterio…e ainda assim o divorcio nao tava bo coracao de Deus. Entao, solucao: se casou e deu errado….aguente ate a morte! Ore mto pra suportar em amor e fazer sempre o bem esperando o retorno so de Deus! É injusto? Sob a otica do mundo sim! Mas sob a peeapectiva de Deus nos fimos chamados p. Isso mesmo. Cuidar, amar, perdoar, fazer o bem….e se nada vier da outra pessoa em retorno…paciencia. tem outra solucao? Tem sim” separar e ficar sozinho. Seu segundi casamento nao sera aprovado por Deus, exceto se em caso de adulterio. Ainda assim, em caso de adulterio a gente sofre pelos filhos e tdoa os problemas que sao gerados pela separacao. Foi ppr isso que aquelea homens na biblia qdo ouviram o que Jesus pensava sobre o divorcio disseram: “se é esta a condicao entao é melgor nao casar!” Foi exatamente o que o apoatolo paulo recomendou qto aos solteiros: melhor qie nao causem. Aoa casados mta tribulacao.” É duro? Sim. Ninguem disse que fazer a coisa certa segundo os planps de.Deusnseria facil

  3. O meu caso é bem complicado… Na verdade, acho que todos os casos que envolvem separação são difíceis de lidar. Eu estou decidida em separar, em recomeçar numa nova casa, iniciar uma nova graduação, cuidar mais de mim porque este tempo todo me dediquei à família e a ele principalmente. Temos quase 12 anos de relacionamento, uma filha de 6 anos que é apaixonada por ele e estou grávida de 5 meses e somente agora caiu a minha ficha, fico me questionando por esta gestação, como pude deixar isso acontecer e nesta altura dos acontecimentos querer tomar esta atitude… Fico me sentindo mau, com uma tristeza imensa, com medo de recomeçar e me arrepender depois. Mas ao mesmo tempo penso que é melhor sofrer de uma vez e acabar de uma vez com o sofrimento constante que passo pelos últimos anos… Ele é um bom esposo, bom pai, faz tudo o que quero, apesar de ter as suas limitações em relação à tomada decisões, pouco recurso financeiro, nenhuma ambição, visão de negócios e nenhuma estratégia para melhorar a situação da nossa família. Sempre tomo a frente de tudo, sempre tive salários maiores, sempre observei oportunidades de crescimento profissional tanto para mim, quanto para ele. Me formei primeiro e dentro da minha área construí uma empresa na qual estamos prosperando como nunca… Elevamos a nossa situação financeira e com muito custo coloquei ele para trabalhar na empresa, pois, no comeco foi difícil, quase não havia lucro, não tinha dinheiro nem para fazer as compras de casa, passamos necessidades e ele sempre querendo ir pelo lado mais fácil, se privar do sofrimento e arrumar um emprego, ser assalariado, sem profissão e eu sempre contra isso, mostrando que ele tinha potencial para crescer, apoiando ele, consolando-o e correndo atrás. Fiz a inscrição dele no Enem, foi uma luta para ele ir fazer as provas, estudei junto com ele e ele conseguiu a bolsa 100% de um dos cursos mais concorridos… Não fechou turma e quase ele perde a bolsa e mais uma vez, enquanto ele dava tudo por perdido, corri atrás e com muito sacrifício, consegui uma faculdade que aceitasse a transferência do pró une no primeiro semestre. Hoje ele cursa o primeiro ano, coloquei um funcionário para fazer a função dele para que ele pudesse se dedicar ao seu curso e eu trabalho 12 horas por dia e até viajo para as cidades vizinhas podendo totalizar até 18 horas por dia de trabalho. Não reclamo, pois escolhi batalhar ao lado de um homem que não tinha nada pois sempre coloquei em primeiro plano o amor como base de um relacionamento. Me dediquei muito todo este tempo, só tive olhos para ele, sempre o respeitei e cuidei dele com amor, companheirismo e fidelidade. Me entreguei totalmente, até os meus pensamentos eu dividia com ele, passei a viver como uma só carne, onde eu ia, ele estava comigo e onde ele ia eu estava também… Abri mão das minhas amizades, da minha família, do meu amor próprio, da minha feminilidade e pensei que viveríamos juntos para sempre. Tinha lindos planos para a nossa família e hoje vejo os meus sonhos sendo destruídos, jogados no lixo e pior, todo o sacrifício que passei para manter este relacionamento, toda a paciência que tive, todos os ensinamentos que ofereci para ele, tudo o que superei pensando em nós percebo que foi em vão… Meu coração sangra e ao mesmo tempo pergunto a Deus o que fiz para merecer isso? Só fui amiga, companheira, conselheira e alguém que sempre esteve ao lado dele para tudo. Alguém que ele pôde confiar, alguém que o acolheu nos piores momentos de sua vida, até mesmo quando todos viraram as costas para ele, eu estava lá!
    Nosso relacionamento foi destruído pela falta de personalidade dele, por suas mentiras, pela falsidade e pela falta de respeito. E isso ocorreu desde o início do nosso relacionamento, porém, pensei que ele pudesse mudar e amadurecer… Sempre olhei para as suas qualidades e fui muito franca em relação aos meus sentimentos, do quanto ficava magoada com essas atitudes dele, de como poderíamos ser felizes sem a desconfiança, com o respeito e com a sinceridade… Cheguei por várias vezes querer se separar, porém, ele sempre fazia a mesma coisa, chorava, falava que me amava, ficava péssimo e chegou até a tentar tirar a própria vida porque disse que sem mim a vida dele não tinha sentido…
    Mas que amor é esse? De olhar para qualquer mulher na minha frente, me desrespeitando, acabando com a minha alto estima e me deixando insegura ao ponto de pensar do que ele pôde der capaz na minha ausência se Na minha frente ele come com os olhos aqueles tipinhos vulgares, muitas vezes analfabetas, sem classe nenhuma, enquanto muitos homens me admiram, dizem que gostariam que suas esposas fossem como eu e sempre nos deparamos com estes comentários e comparações no meio dos nossos amigos porque sou uma mulher bonita e ao mesmo tempo determinada, pró ativa, dirijo, me comunico bem, sou forte, econômica, caprichosa com a casa com o trabalho, perseverante, positiva, informada, inteligente e esclarecida. Conheço bem os meus valores e as minhas deficiências, porém, me considero uma excelente esposa, amiga e companheira. Antes de fazer qualquer coisa na minha vida, penso nele, pergunto a sua opinião e respeito a sua decisão. Porém não é recíproco… Ele me comunica e se puder, faz e não me fala nada e depois diz que esqueceu de me contar. Se reserva, é totalmente oposto a mim, nunca sei o que ele está pensando ou sentindo… Ele age da mesma forma em todos os momentos, não tem expressão, finge que nada está acontecendo… É muito difícil!!! Uma época atrás, ele estava trocando mensagens com uma menina do seu trabalho… Estava se envolvendo, porém acredito que não deu tempo de acontecer nenhum contato físico porque eu o levava e buscava na porta do trabalho porque era caminho para o meu trabalho (algo que me deixou mais ferida porque me senti uma idiota, totalmente exposta) e ele registrava entrada e saída no cartão de ponto e depois do trabalho ele nunca se ausentou de casa por isso acredito que não houve nada a mais pelas circunstâncias e mesmo assim, ele encontrou espaço para me enganar e o pior, continuou o mesmo marido carinhoso, bonzinho e não mudou em nada o seu comportamento… Acho ele traiçoeiro!
    Somente soube de tudo porque ele foi burro, no dia da sua folga num sábado, estávamos em casa e ele foi na padaria e levou o celular e ligou para ela, pelo jeito, ela não pode atender e depois ela enviou uma mensagem para ele dizendo que não pode atender e que estava com saudades e com direito à S2… Peguei sem querer, pois o Celular dele estava carregando e tocou bem no momento que entrei no quarto e quando fui pegar para entregar para ele deu para ler parte da mensagem que estava fechada. Em 8 anos foi s primeira situação de infidelidade dá parte dele que tive conhecimento… Foi terrível, me deu falta de ar, pânico e fiquei sem chão… Realmente o encanto acabou… Ele sempre olhou para outras mulheres, por mais que isso me deixasse péssima, nunca pensei que ele pudesse ter coragem de ir adiante porque ele sempre jurou que me amava, tatuou o meu nome na sua pele e perante a mim, aos nossos amigos e familiares ele sempre demonstrou apaixonado por mim e pela nossa família! Tanto que ninguém acreditou no que aconteceu… Claro que fui embora de casa, foi no final de semana de Páscoa, passei dois dias fora porque precisei voltar para retomar as atividades como trabalho e faculdade, porém separada dele onde me organizava para recomeçar a minha vida enquanto ele se acabava, passou mau no trabalho e o chefe dele me ligou para ir busca-lo e a menina na segunda feira perdeu o emprego (e isso tudo aconteceu num sábado) e creio que Deus ouviu o meu choro e o meu clamor, agindo com rapidez… Logo em seguida ele foi demitido porque estava abalado com a separacao. Com muita insistência dele, dos familiares e dos amigos, voltei com ele mas sem conseguir perdoa-lo até hoje… Não sei mais o que é um beijo, um momento romântico porque ele jurou arrependimento, disse que só percebeu que não conseguia viver sem mim quando me perdeu, porém ele continua com algumas atitudes passadas… Depois disso, nos convertemos, nos batizamos e conhecemos Jesus e até pensei que ele pudesse realmente mudar, como mudei em muitas coisas, porém, pelas atitudes dele não sinto que ele tenha mudado!
    Não quero mais viver assim, sem paz no coração, com um homem que acaba com a minha auto estima, que não me traz segurança sentimental, financeira porque não posso planejar um futuro do lado dele. Sou nova, tenho 29 anos e creio que Deus pode me abençoar com uma pessoa honesta, com temor ao senhor e que queira levar a sério um relacionamento. Ao contrário penso que vou precisar abrir mão de tudo o que construí, hoje ele está encaminhado numa faculdade, tem habilitação, está muito mais evoluido do que quando o conheci, sem vícios, está na igreja e sorte da mulher que será a próxima se conseguir conviver com as falhas dele e aceitar viver com mentiras e até mesmo com a infidelidade! Pois sei que existem muitas por aí que lidam numa boa com isso… Ela com certeza, vai pegar tudo pronto! Meu arrependimento é de não ter feito isso antes! Perdi muito tempo…. E agora tem as crianças… Fora a vergonha de ter que explicar isso na igreja, para amigos e clientes. Sei que vai sobrar para mim, serei a errada da história como sempre e ele o santinho, o coitadinho…Mas me pergunto até quando vou viver assim? Quanto tempo mais vou perder? Será que vale a pena abrir mão da minha felicidade por causa das crianças? Vou ter que resolver este problema que não é mais nosso e sim meu.

    • Meu deus Fernanda ! Também me chamo Fernanda e estou vivendo um casamento muito parecido com o seu é realmente muito difícil viver todos os dias sentindo isso ,e também tenho 2 filhas pequenas é algo que não se explica tamanha dor , só o nosso deus para nós amparar

    • Fernanda, boa tarde, lemos o relato de tua vida. Dramatico. Humanamente dificil de solução. Existem muitas maneiras que podem ajudá-los no relacionamento. A primeira voces já fizeram, creem em Jesus, participam na igreja. A segunda, deixamos uma dica importante: sentem os dois, abra o verbo, seja franca, mostre tudo o que se passou e o que está se passando no teu relacionamento. É tipico de casos que só se consegue exito com ajuda. Existem casos de pessoas que estao se afogando e só consegue se salvar com ajuda. É o caso de voces. Opções: 1) Já que voces estao em uma igreja, tem igreja que tem terapia exclusivamente para salvar casamentos, e trabalha muito bem e milhares de casamentos perdidos, depois de entrarem na terapia da familia, hoje estão vivendo muito bem, os dois voltaram a se amar, e muitos deles testemunhas que estão vivendo melhor agora do que quando se casaram… 2) ou um(a) terapeuta de familia (de preferencia que tenha o temor de Deus). são as principais. Normalmente quando os casais entram em crise, e não buscam ajuda no lugar certo, se separam. Essa é uma grave realidade. Voce tem que conversar com o teu marido sobre essa necessidade de pedir ajuda. Se assim o fizerem, e levarem o tratamento a serio até o fim, temos plena certeza de que voces viveráo em pleno amor um com o outro e os motivos que os levaram a crese, desaparecerão.

  4. Só Jesus nas causas!

  5. E filho??? Filho desencadeia tudo isso!

    • Amo muito minhas filhas. Mais concordo que foi o estopin inicial para não ter mais relacionamento. Não sei se me separo pois amo de mais minhas filhas, mais acho que realmente acabou. Cansei de implorar carinho. Dos 10 motivos citados já têm 7. Queria só uma vida simples, de um casal sem filhos e curtindo viajens quando desse, cada um apoiando o outro na sua profissão, sem criticas. Quero PAZ.

  6. Eu me chamo lenilda tenho 28 anos tenho 1 filho de 10 anos sou casada , hoje estamos separados mais vivemos na mesma casa . A nossa relação sempre foi um livro aberto nunca houve traição de nenhum lado , o maior problema é o meu ciúme amo demais ele eu preciso dele ao meu lado pra que eu possa voltar ser a pessoa feliz que eu era quero voltar a minha rotina do dia a dia não tô conseguindo viver sem ele , o que eu faço me ajude estou desesperada

  7. Tá complicado meu casamento ela ta bebendo muito dormindo e me deixando sozinho

  8. É muito complicado a gente tentar entender o que a outra pessoa pensa , eu procuro mudar meu comportamento a todo instante procuro fazer o melhor de mim sou carinhoso companheiro amigo faço o que posso as vezes o que não posso para ter um pouquinho de atenção em casa mais a minha mulher sai nos finais de semana para casa de parentas para beber ai fico muito triste,não bebo não fumo o distanciamento dela o odor que ela chega perto de mim da nojo da vontade de se separar dela mais e as crianças?

    • Hey Amigo , se Ainda puder ver este comentário vai lhe ajudar muito , eu lhe aconselharia ler 1 livro : Club dos Homens só procurar a internet que tem para ler online , vai ser muito bom .

  9. Pra mim, as pequenas desatenções do dia a dia, a constante falta de apoio e compromisso dentro de casa e com os filhos, manias de um eterno filho, causou a falta de sexo, falta de admiração, falta de respeito no diálogo e com a família um do outro, interferência familiar, eterno cansaço ( preguiça)…me cansou, decidida já estou. comunicado a decis~~ao já foi emitido, e os filhos? faço o que? vivo com o tal até os fillhos crescerem ou procuro atenção psicológica aos babys

    • Maiores motivos das separações
      C/75% situação financeira .
      Porque tudo começa pela situação financeira …
      As brigas ,os desafeto,falta de carinho ,as traição ,inguinoranca,.ai entra ciúme também entra pela falta de dinheiro
      Com dinheiro tudo dar certo faz um teste..

  10. falta de dinheiro,que causa briga entre o casal ,que causa a falta de sexo ,que causa a traição……………

  11. O amor dele acabou!

  12. celma gonçalves lage reggiani

    tenho 35 anos de casada, amo meu marido, o pior é que ele só ama as outras mulheres

  13. Concordo com os motivos elencados. Porém acho que faltou um importante: Problemas Financeiros. Problemas com a economia doméstica, descontrole de um dos lados, começam a desgastar o relacionamento, que leva a desentendimentos, brigas, discussões muitas vezes que não levam a lugar nenhum, a não ser a mais brigas culminando em separação. Passei por isso e, apesar de não termos chegado à separação (hoje já estamos melhor no aspecto financeiro), mas deixou sequelas de desentendimentos, discussão, brigas e nosso relacionamento não é mais o mesmo, nem mesmo sexo não temos mais, que é outro tipo de problema que pode contribuir para uma separação. É uma pena, depois de tantos anos casados descobrirmos que temos tantas diferenças. Tenho saudades do passado recente.

    • Ainda não melhorei financeiramente, mais concordo plenamente com tudo, mais o econômico não precisa ser o principal, se você levar uma vida simples.Realmente às vezes fantasiamos realidades com pessoas que não sonham a mesma coisa, muito triste, estou quase me sentindo sem sentido no mundo…

  14. eu sou ana karoline e gostaria de saber como fazer para ter mais atençao e carinho do meu marido.pois sou muito apoaixonada por ele e ele nao me coresponde…

    • Apaixone teu coração antes de tudo, por Jesus. Um dia todos deixamos este mundo utópico, é só faltar o fôlego de vida das “ventas”, e ninguém poderá contar com essa pessoa novamente. Quando se casa, em matrimônio, as partes sabem de suas promessas, sabem que a “coisa é para sempre”. Se “ele ou ela”, não seguir a paz, o melhor remédio é guardar silêncio, e nessa atitude o outro com certeza vai se constranger ou pular fora. Ninguém aguenta o peso de maltratar um filho(a) de Deus, que suporta em silêncio as afrontas dos seus semelhantes. O que ocorre é, uma íntima inquietação do ofensor ou faltante, e por uma primeira vez, essa pessoa experimenta o remorso. Ninguém aguenta remorso, a coisa então, vai ou racha!

      • O problema é quando esse silêncio rouba anos da tua vida escorrido pelos dedos na esperança que Deus te leve e tome sua decisão sobre você. Tenho 42 anos e casado a 12, tenho duas filhas de 5 e 7 anos e vivo somente por elas, senão acredito que não estaria mais neste mundo.

    • Meu casamento estava frio e totalmente sem graça. As vezes passávamos o dia inteiro sem nem conversar. No sexo nem se fala, cada um virava para o lado e dormia. Já tinhamos passado até da fase das brigas e cobranças. Um dia ele saiu do banho pelado dizendo que queria mudar as coisas e me pediu para fazer sexo oral nele. Fiz, ele gozou na minha boca e disse para continuar fazendo até gozar pela segunda vez. Depois ele fez em mim sem pressa e tive não sei quantos orgasmos. Aquele dia foi um marco nas nossa vidas. Passamos a conversar abertamente sobre a nossa sexualidade, fomos para um motel, fiz sexo oral nele dentro do cinema, etc. Hoje temos uma intimidade que nunca pensei que um dia teria na vida. Acho que quando as coisas estão ruins, alguém tem que tomar uma atitude. Ah… já ia me esquecendo: Tenho 56 anos e ele 61.

  15. estou passando por dificuldades eu o amo e ele apenas brinca comigo somos casados ha 5anos e temos uma filha me ajuidem porfavor

  16. Faltou o ciumes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *